Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Plano de Gestão
Início do conteúdo da página

 

 

15 sem fundo padrão Cópia

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO

CML – 1ª DE – GUES/9ª BDA INF MTZ

15º REGIMENTO DE CAVALARIA MECANIZADO (ESCOLA)

(Regimento General Pitaluga)

Plano de Gestão (2018 – 2022)

26 MAR 18

PLANO DE GESTÃO (SÍNTESE)

1.   MISSÃO DO 15º RC MEC (ES)

a. Participar de Operações Militares de Guerra e Não Guerra, contribuindo com a missão do GUES/ 9ª Bda Inf Mtz, em Op Ofensivas, Defensivas e de Cooperação e Coordenação com agências;

b. Fortalecer a imagem do EB como Instituição preparada e comprometida com os interesses da Nação Brasileira; e

c. Cooperar com Estabelecimentos de Ensino Militar.

2.   PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES

a. Liderança

b. Coragem

c. Disciplina

d. Lealdade

e. Hierarquia

3. DIAGNÓSTICO ESTRATÉGICO

a. Ambiente Interno

1)  Pontos Fortes

a) Elevada experiência no planejamento e desdobramento de Operações militares e interagências.

b) Proximidade do Cmdo enquadrante.

c) Tradição histórica da OM.

d) Seriedade no trato da coisa pública.

e) Elevado percentual de Efetivo Profissional.

f)  Proximidade de Campos de Instrução (CIG e Camboatá).

g) Proximidade de Estandes de tiro e instalações de desportos.

h) Proximidade de grande parte dos Estb Ens a serem apoiados.

i)  Proximidade de OM logísticas e de suprimento.

j)  Proximidade de Organizações Militares de Saúde.

k) Alto nível de prontidão da tropa.

l)  Boa disponibilidade de materiais e meios de emprego militar.

 2)  Oportunidades de Inovação e Melhoria

  1. Falta de cultura de planejamento estratégico
  2. Baixa capacitação do pessoal na área gerencial/ administrativa.
  3. Grande requisição de pessoal, por parte do escalão superior, para serviços
  4. Problemas de    infraestrutura    nas    instalações,    demandando   grandes    esforços de manutenção, obras e vistorias técnicas.
  5. Necessidade de racionalização das atividades
  6. Melhoria no mapeamento de
  7. Falta de celeridade nos processos de aquisição de material e prestação de serviços.
  1. Ambiente Externo

1)  Oportunidades identificadas

  1. Alta credibilidade do Exército perante a
  2. Crescente intercâmbio operacional entre as Forças Singulares e os
  3. Integração permanente junto à sociedade carioca, por meio de projetos
  4. Participação nas Operações de Amplo Espectro, no contexto da segurança pública.
  5. Ótimo relacionamento com a sociedade civil, em todas as esferas de
  6. Possibilidade de integração com as Escolas, de ensino fundamental e médio.

2)  Ameaças

  1. Redução do crescimento econômico do país, gerando menor aporte de recursos para o
  2. Presença do crime organizado no entorno da Vila
  3. A análise dos processos licitatórios, pela AGU, aumentando o tempo de licitação.
  4. Realidade de greves e instabilidade política da região, fruto da insatisfação
  5. Elevado número de apoios em material, prestados a outras
  6. Possibilidade de infiltração do crime organizado entre os militares da
  7. Pequeno interesse da classe política quanto ao papel constitucional das Forças
  8. Reações às atividades da Força por alguns segmentos da
  9. Desvio das atividades de preparo para a missão precípua: A Defesa

4.  VISÃO DE FUTURO

- Nosso Regimento será a Unidade de referência do CML, para o emprego em todo o espectro de operações de Guerra e Não Guerra; deverá buscar consolidar-se como OM de confiança dos escalões superiores para a atribuição de missões de complexos planejamento e execução; e os nossos integrantes deverão orgulhar-se de servir na Unidade.

5.  OBJETIVOS ESTRATÉGICOS (OE)

          OE 1

        Obter a capacidade plena de emprego em Operações de Guerra e Não Guerra

  Área de atuação

            Preparo e Emprego; Comando e Controle; Movimento e Manobra; e Logística

         OE 2

        Aprimorar os processos de gestão nas áreas de Logística, Administração de

                                           material, instalações e pessoal

   Área de atuação

                                      Logística, Administração, Finanças e Pessoal

          OE 3

                          Aprimorar a segurança das instalações, material e TI.

   Área de atuação

                                                            Segurança e TI.

         OE 4

 Obter condições de atração e retenção de militares e da família militar na OM e Guarnição

   Área de atuação

                                                        Dimensão humana

         OE 5

                      Fortalecer a Identidade e a imagem positiva do Regimento

   Área de atuação

                             Valores, Comunicação Social e Relações Institucionais

 

    6. FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO (FCS)

 

                         Objetivo Estratégico (OE)

                                                      FCS

 

 

 

01

  

 

Obter a capacidade plena de emprego em      Operações de Guerra e Não Guerra.

  (Eixo Estruturante Operacionalidade)

 -  Nível de completamento de QCP.

 -  Atingimento do ciclo de adestramento.

 -  Atingimento do ciclo de capacitação.

 -  Liderança dos Cmt em todos os níveis.

 -  Valorização dos Sargentos.

 -  Disponibilidade de meios mecanizados.

 -  Organização flexível dos Esqd C Mec.

     

 

                        Objetivo Estratégico (OE)

                                       FCS

 

 

02

 

 

Aprimorar os processos de gestão nas áreas de Logística, Administração de material, instalações e pessoal.

(Eixo Estruturante Administração)

-  Capacitação de pessoal.

-  Racionalização de processos.

-  Liderança organizacional.

-  Sistema de TI integrado.

-  Cultura de Planejamento Estratégico.

-  Mentalidade de manutenção.

-  Capacidade de execução de licitações.

-  Envolvimento das SU no processo Adm.

03

Aprimorar a segurança das instalações, material e TI.

(Eixo Estruturante Segurança)

-  Capacitação de pessoal.

-  Defesa do Aquartelamento.

-  Mentalidade de Segurança Orgânica.

-  Gerenciamento dos riscos.

 

 

 

04

 

 

 

Obter condições de atração e retenção de militares e da família militar na OM e Gu.

(Eixo Estruturante Pessoal)

(Eixo Estruturante Hierarquia e Disciplina)

-  Infraestrutura de saúde.

-  Infraestrutura de moradia e lazer.

-  Bom ambiente de trabalho.

-  Trato com o subordinado.

- Motivação da tropa.

-  Oportunidades Profissionais.

-  Rotina de reuniões com Of, ST, Sgt, Cb e Sd.

-  Critérios para promoção a Cabo.

-  Critérios para engajamento e reengajamento.

-  Critérios para punições disciplinares.

-  Critérios para referências elogiosas.

 

 

 

05

 

 

 

Fortalecer a identidade e a imagem positiva do Regimento, no âmbito interno e externo.

(Eixo Estruturante Com Social)

-  Capacitação de pessoal.

-   Difusão dos valores, história e tradições do EB para o público externo.

-    Esmero na atitude militar dos integrantes do Rgt no meio civil.

-  Comunicação com a sociedade.

-  Constituição e consolidação de parcerias.

-  Difusão de produtos para público interno.

 

7.  ESTRATÉGIAS

Objetivo Estratégico (OE)

Estratégias (E)

 

 

 

 

 

 

01

 

 

 

 

 

Obter a capacidade plena de emprego em Operações de Guerra e Não Guerra.

 (Eixo Estruturante Operacionalidade)

 

E 1.1

Capacitação dos quadros e da tropa para atuar em Operações de Defesa Externa e Operações GLO.

 

E 1.2

Obtenção de nível adequado de efetivos em conformidade com o QCP.

 

E 1.3

Obtenção de capacidade logística para atuar em operações diversas.

 

E 1.4

Fortalecimento da liderança em todos os níveis, em especial, a do sargento.

 

E 1.5

Criação de organização flexível para os Esqd C Mec, permitindo o emprego em Op Def externa, bem como em Op GLO.

 

 

 

 

02

 

 

 

 

Aprimorar os processos de gestão nas áreas de Logística, Administração de material, instalações e pessoal.

 (Eixo Estruturante Administração)

 

E 2.1

Implementação de uma cultura organizacional, alinhada com o conceito de Qualidade Total e Excelência Gerencial.

E 2.2

Modernização das instalações.

E 2.3

Aprimoramento da Segurança Alimentar.

E 2.4

Aprimoramento da gestão de pessoal.

 E 2.5

Aprimoramento dos processos de pagamento de pessoal.

E 2.6

Aprimoramento da gestão de Sup e materiais.

E 2.7

Aprimoramento dos processos de                          aquisições, licitações e contratos.

 

 

03

 

Aprimorar a segurança das instalações, material e TI.

(Eixo Estruturante Segurança)

E 3.1

Aprimoramento do Plano de Segurança Orgânica.

 E 3.2

Aprimoramento do Plano de Defesa do Aquartelamento.

E 3.3

Aprimoramento do Plano de Combate a Incêndio.

E 3.4

Aprimoramento da Segurança em TI.

 

Objetivo Estratégico (OE)

Estratégias (E)

 

 

 

 

 

04

 

 

 

 

 

Obter condições de atração e retenção de militares e da família militar na OM e Gu.

(Eixo Estruturante Pessoal) (Eixo Estruturante Hierarquia e Disciplina)

E 4.1

Melhoria do atendimento de saúde.

E 4.2

Melhoria dos PNR.

E 4.3

Melhoria     da     satisfação     com     o                    ambiente organizacional.

E 4.4

Criação de rotina de reuniões com a tropa.

E 4.5

Criação do processo de avaliação dos soldados e promoção a Cabo.

E 4.6

Estabelecimento de critérios para engajamento e reengajamento.

E 4.7

Estabelecimento de critérios para aplicação das punições disciplinares.

E 4.8

Estabelecimento de critérios para concessão de referências elogiosas.

E 4.9

Criação de rotina de confraternizações.

05

Fortalecer a identidade e a imagem positiva do Regimento, no âmbito interno e externo.

(Eixo Estruturante Com Social)

E 5.1

Realização de eventos que promovam o culto aos valores, às tradições e à ética militar.

E 5.2

Desenvolvimento de ações de Comunicação Social, junto à sociedade.

E 5.3

Difusão de produtos de Comunicação Social, junto ao público interno.

8.  INDICADORES DE DESEMPENHO

OE

Estratégias (E)

Indicadores de Desempenho (ID)

Nr CML

Meta

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

01

 

 

 

 

 

 

E 1.1

 

 

 

 

 

 

Capacitação dos quadros e da tropa para atuar em Operações de Defesa Externa e Operações GLO.

- Índice de Execução Exercícios e/ou Operações do Contrato de Objetivo de Adestramento.

ID1- OE1

100%

- Índice de Pronta Resposta FAI CML – SAO.

ID2 - OE1

100%

- Índice de Pronta Resposta FAI CML – SOM.

ID3 - OE1

100%

- Índice de Capacitação em Comando e Controle.

ID4 - OE1

100%

- Índice de Ações de Acompanhamento Instrução e/ou Adestramentos realizadas.

ID6 - OE1

90%

- Índice de militares com, no mínimo, conceito “B” no último TAF.

- x-

95%

 

E 1.2

Obtenção de nível adequado de efetivos em conformidade com o QCP.

 

- Índice de Completamento de Pessoal.

 

ID5 - OE1

 

100%

 

 

 

E 1.3

 

 

Obtenção de capacidade logística para atuar em operações diversas.

- Índice de execução do Contrato de Objetivos do COLOG.

ID7 - OE1

100%

- Índice de Disponibilidade de Materiais Críticos (IDMC) definidos pelo CML para a FAI.

ID8 - OE1

90%

- Índice de disponibilidade das viaturas orgânicas dos Pel C Mec.

- x -

70%

 

E 1.4

Fortalecimento da liderança em todos os níveis, em especial, a do sargento.

- Índice de realização de atividades, frente às previstas pelo Cmdo, voltadas à orientação, capacitação e exercício da liderança.

 

- x -

 

80%

 

E 1.5

Criação de organização flexível para os Esqd C Mec, permitindo o emprego em Op Def externa, bem como em Op GLO.

 

- Índice de implantação da organização flexível no 1° e 2° Esqd C Mec (considerando os fatores: planejamento, pessoal, viaturas, armamento, materiais diversos e instalações).

 

- x-

 

100%

 

OE

Estratégias (E)

Indicadores de Desempenho (ID)

Nr CML

Meta

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

02

E 2.1

Implementação de uma cultura organizacional, alinhada com o conceito de Qualidade Total e de Excelência Gerencial.

- Índice de aprimoramento de processos da OM (AMP).

ID7 – OE2

1%

E 2.2

Modernização das instalações.

- Índice de pequenas benfeitorias realizadas, frente às elencadas pelo Cmdo como prioritárias, para o semestre.

- x -

50%

- Índice de atualização do PDOM.

ID3 – OE2

80%

E 2.3

Aprimoramento da Segurança Alimentar.

- Índice de conformidade obtida no Programa de Segurança Alimentar da RM.

ID8 – OE2

80%

E 2.4

Aprimoramento da gestão de pessoal.

- Índice de Atualização SICAPEx.

ID14 – OE2

90%

- Índice de Atualização MÓDULO E1.

ID15 – OE2

95%

- Índice de militares incapazes definitivamente para o Serviço do Exército.

ID16 – OE2

1%

- Índice de militares incapazes temporariamente para o Serviço do Exército.

ID17 – OE2

1%

E 2.5

Aprimoramento dos processos de Pgto de pessoal.

- Índice de Conformidade do Relatório de Pagamento de Pessoal.

ID18 – OE2

90%

E 2.6

Aprimoramento da gestão de Sup e materiais.

- Índice de conformidade do Relatório Mensal do SIAFI e SISCOFIS.

ID20 – OE2

100%

E 2.7

Aprimoramento dos processos de aquisições, licitações e contratos.

- Índice de empenho de recursos recebidos por trimestre

ID9 – OE2

70%

- Índice de empenho de recursos recebidos anual

ID10 – OE2

100%

- Índice de liquidação de recursos empenhados por trimestre

ID11 – OE2

90%

- Índice de recursos inscritos em restos a pagar no ano

ID12 – OE2

20%

- Índice de redução do consumo com concessionárias, considerando a unidade de consumo.

ID13 – OE2

2%

- Índice de empenhos com materiais entregues no prazo

ID19 – OE2

90%

 

OE

Estratégias (E)

Indicadores de Desempenho (ID)

Nr CML

Meta

 

 

 

 

 

 

 

03

E 3.1

Aprimoramento do Plano de Segurança Orgânica.

- Atualização do Plano, anualmente, bem como realização de instrução e treinamento.

- x -

100%

E 3.2

Aprimoramento do Plano de Defesa do Aquartelamento.

- Atualização do Plano, semestralmente, bem como realização de instrução e treinamento.

- x -

100%

E 3.3

Aprimoramento do Plano de Combate a Incêndio.

- Atualização do Plano, anualmente, bem como realização de instrução e treinamento.

- x -

100%

E 3.4

Aprimoramento da Segurança em TI.

- Índice de Implementação do PDTI.

ID1 - OE3

50%

- Execução de Reuniões do Comitê Executivo de TI.

ID2 - OE3

100%

- Capacitação em Segurança Cibernética.

ID3 - OE3

100%

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

04

E 4.1

Melhoria do atendimento de saúde.

- Índice Atendimento de Demanda de Inspeções de Saúde.

ID7 – OE4

70%

- Índice de Atendimento de Demanda de Perícia Médica de Saúde.

ID8 – OE4

70%

E 4.2

Melhoria dos PNR.

- Índice de disponibilidade de PNR.

ID12 – OE4

90%

E 4.3

Melhoria da satisfação com o  ambiente organizacional.

- Índice de satisfação do usuário dos Serviços Regionais.

ID15 – OE4

70%

- Índice de Satisfação com o Clima Organizacional.

ID16 – OE4

80%

E 4.4

Criação de rotina de reuniões com a tropa.

- Índice de realização das reuniões, face às planejadas, com frequência mínima mensal.

- x -

100%

E 4.5

Criação do processo de avaliação dos soldados e promoção a Cabo.

- Índice de implantação do processo de avaliação de soldados e promoção a Cabo.

- x -

100%

E 4.6

Estabelecimento de critérios para engajamento e reengajamento.

- Índice de atingimento dos critérios estabelecidos pelo efetivo pronto.

- x -

80%

E 4.7

Estabelecimento de critérios para aplicação das punições disciplinares.

Índice de implantação e aplicação da NAPD do Rgt.

- x -

100%

E 4.8

Estabelecimento de critérios para concessão de referências elogiosas.

Índice de concessão de referência elogiosa, no mínimo a 10%, de cada fração, no mês.

- x -

100%

E 4.9

Criação de rotina de confraternizações.

Índice de realização dos eventos, face aos planejados, com frequência mínima quinzenal.

- x -

50%

 

OE

Estratégias (E)

 Indicadores de Desempenho (ID)

Nr CML

Meta

 

 

 

 

 

 

05

E 5.1

Realização de eventos que promovam o culto aos valores, às tradições e à ética militar.

- Índice execução de eventos que promovam o culto aos valores, aos deveres e à ética militar.

ID1 – OE5

100%

 

 E5.2

 

 Desenvolvimento de ações de Comunicação Social, junto à sociedade.

- Índice execução de eventos que promovam o Rgt junto à sociedade, face aos planejados.

- x -

100%

- Índice de Atualização do Plano de Gestão Ambiental.

ID2 – OE5

100%

- Índice de implementação do Plano de Comunicação Social.

ID5 – OE5

100%

E 5.3

Difusão de produtos de Comunicação Social, junto ao público interno.

- Índice de realização de campanhas e difusão de produtos, junto ao público interno, face ao planejado.

- x -

80%

 

Fim do conteúdo da página