Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Patrono
Início do conteúdo da página

General Plínio Pitaluga

                                                         HISTÓRIA DO GENERAL PLÍNIO PITALUGA


       Plínio Pitaluga nasceu no dia 13 de janeiro de 1910 em Cuiabá, Mato Grosso. Iniciou sua brilhante carreira militar na Escola Militar de Realengo no ano de 1928 e foi declarado Aspirante-a-Oficial da arma de Cavalaria em 1934.
       Durante a campanha brasileira na Segunda Guerra Mundial, exerceu a função de Subcomandante do 1° Esquadrão de Reconhecimento Mecanizado. Em dezembro de 1944, ainda na Itália, foi promovido ao posto de capitão. Já no Brasil, foi instrutor da Escola de Comando Estado-Maior do Exército durante os anos de 1952 a 1954.
       No ano de 1961, assumiu o comando do 13° Regimento de Cavalaria, em Jaguarão (RS), onde foi promovido a Coronel.

     Sua história com o 15° Regimento de Cavalaria Mecanizado teve início em abril de 1964, quando assumiu o comando do Regimento de Reconhecimento Mecanizado – (R Rec Mec) e ficou à frente desta unidade até abril de 1966. Ao deixar o comando do R Rec Mec, foi servir no Gabinete do Ministro do Exército. Entre 1967 e 1969 deixou o país para exercer a função de Adido Militar na Argentina.
       Atingiu o generalato em 1968, quando foi promovido ao posto de General-de-Brigada. Neste posto, comandou a 4ª Divisão de Cavalaria, atual 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada-Brigada Guaicurus, sediada em Mato Grosso do Sul. Na reserva, exerceu durante muitos anos a presidência do Conselho Nacional da Associação dos Ex-Combatentes do Brasil.
       Faleceu no Rio de Janeiro, no dia 17 de dezembro de 2002, aos 92 anos. Em sua homenagem, o 15° Regimento de Cavalaria Mecanizado (Escola), passou a utilizar a denominação histórica de “Regimento General Pitaluga”.

 

 

Fim do conteúdo da página